O regime de metas da inflação, uma das principais estratégias dos Bancos Centrais utilizadas na condução da política monetária desde a década de 1990, foi eficiente para o controle da inflação e crescimento do PIB dos países desenvolvidos. Este é o principal achado deste artigo de Ricardo Brito, do Insper, que analisou diferentes amostras de países industriais. A pesquisa estudou informações relativas a 22 países, incluindo as maiores economias da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), e dados do período 1971- 2009, totalizando quatro décadas. Contrariando e revisando resultados das mais destacadas literaturas anteriores, o estudo usou um painel de dados (que incluiu as especificidades de cada país e diferentes contextos de adoção do modelo pelos governos) e encontrou evidências de que o regime funcionou, de modo positivo, para os países industriais pioneiros na sua adoção. Dessa forma, o trabalho confirmou cenário de melhora macroeconômica nesses países, no início da adoção do modelo. O artigo lembra, ainda, que o sucesso do regime reside, fundamentalmente, na credibilidade das instituições monetárias.

Download do Paper

Ano: 2013

Working-paper: 051

Share This: