Autor: Vladimir Kuhl Teles

WP018 – A Time-Varying Markov-Switching Model for Economic Growth

ABSTRACT – This paper investigates economic growth’s pattern of variation across and within countries using a Time-Varying Transition Matrix Markov-Switching Approach. The model developed follows the approach of Pritchett (2003) and explains the dynamics of growth based on a collection of different states, each of which has a sub-model and a growth pattern, by which countries oscillate over time. The transition matrix among the different states varies over time, depending on the conditioning variables of each country, with a linear dynamic for each state. We develop a generalization of the Diebold’s EM Algorithm and estimate an example model in a panel with a transition matrix conditioned on the quality of the institutions and the level of investment. We found three states of growth: stable growth, miraculous growth, and stagnation. The results show that the quality of the institutions is an important determinant of long-term growth, whereas the level of investment has varying roles in that it contributes positively in countries with high-quality institutions but is of little relevance in countries with medium- or poor-quality institutions. Download do Paper Ano: 2011 Working-paper: 018 Vladimir Kuhl Teles Ler todos os Posts de Vladimir Kuhl Teles Share...

Leia mais

WP021 – Ciclos Reais e Política Fiscal no Brasil

RESUMO – Neste artigo, buscamos desenvolver um modelo de ciclos reais com governo e capital público, de maneira a estudar o efeito dos choques fiscais sobre o ciclo econômico e reproduzir os principais fatos estilizados da política fiscal no Brasil do pós-guerra (1950-2006). O modelo reproduz bem as principais características das variáveis fiscais ao longo do ciclo econômico, notadamente, uma volatilidade maior dos gastos públicos (consumo e investimento) vis-a-vis os respectivos gastos privados e o caráter procíclico da política fiscal brasileira. Dentre as variáveis fiscais analisadas, a razão carga tributária/PIB é a que menos varia ao longo do ciclo econômico, porém, é a mais importante para explicar o ciclo do produto, além da produtividade. Download do Paper Ano: 2012 Working-paper: WP 021 Vladimir Kuhl Teles Ler todos os Posts de Vladimir Kuhl Teles Share...

Leia mais

WP017 – Public Debt and the Limits of Fiscal Policy to Increase Economic Growth

  A partir de testes econométricos, essa pesquisa busca demonstrar que o tamanho da relação entre    dívida pública e PIB também pode potencializar, negativamente, os efeitos da política fiscal sobre o   crescimento econômico – e não apenas a carga tributária ou taxa de endividamento. O artigo, de    autoria de Vladimir Kühl Teles (EESP/FGV) e Caio Cesar Mussolini (EESP/FGV e Insper), mostra que o aumento na extensão dos gastos produtivos leva a um aumento na produtividade da    economia, e por consequência, a uma elevação no equilíbrio das taxas de juros. Esse aumento,  porém, impacta os gastos do governo com a rolagem da dívida de tal modo que, conforme o tamanho da dívida vai aumentando com as despesas por produtividade, o reflexo desse aumento nas taxas de juros também tende a se elevar. Esta seria a razão pela qual o tamanho da proporção dívida x PIB pode afetar o crescimento de um país de forma direta.A pesquisa aponta, ainda, que tal efeito ocorre porque governos endividados extraem parte da poupança da geração jovem para pagar juros das dívidas das populações mais velhas, que não poupam, aproximando-se do sistema de pensões pay-as-you-go, e diminuindo o acúmulo de capital.   Download do Paper Ano: 2011 Working-paper: 017 Vladimir Kuhl Teles Ler todos os Posts de Vladimir Kuhl Teles Share...

Leia mais