Autor: André Portela de Souza

WP025 – The Impact of Structured Teaching Methods on the Quality of Education in Brazil

This paper estimates the impact of the use of structured methods on the quality of education for students in primary public school in Brazil. Structured methods encompass a range of pedagogical and managerial instruments applied in the educational system. In recent years, several municipalities in the state of São Paulo have contracted out private educational providers to implement these structured methods in their schooling systems. Their pedagogical proposal involves structuring of curriculum content, development of teacher and student textbooks, and the training and supervision of teachers and instructors. Using a difference-in-differences estimation strategy, we find that the fourth- and eighth-grade students in the municipalities with structured methods performed better in Portuguese and mathematics than did students in municipalities not exposed to these methods. We find no differences in passing rates. However, we are unable to rule out of possibility that unobservable characteristics are driving this results. Download do Paper Ano: 2012 Working-paper: 025 André Portela de Souza Ler todos os Posts de André Portela de Souza’s Share...

Leia mais

WP001 – New Evidence of the Causal Effect of Family Size on Child Quality

Os pesquisadores Vladimir Ponczek (FGV/SP) e André Portela Fernandes de Souza (FGV/SP) aprofundam a análise sobre composição familiar para afirmar a relação entre o número de filhos e a qualidade da formação infantil. Embora mencionem dados de diferentes países, os pesquisadores exploram aspectos do tema latentes em países em desenvolvimento, em especial no Brasil, onde a pesquisa foi conduzida. Para os autores, estimar corretamente os efeitos diretos do tamanho da família sobre a formação infantil é crucial para a formulação de políticas públicas com solidez. Os pesquisadores ressaltam, no estudo, a importância em não negligenciar as diversas dimensões da formação infantil visto que há evidências de que o nascimento não-planejado de um filho pode prejudicar não apenas o seu desenvolvimento como também o dos seus irmãos e irmãs, perpetuando ciclos de pobreza entre as gerações.  A pesquisa analisa como restrições financeiras e de tempo geram impactos, sobretudo entre os países pobres, sobre a organização familiar. O artigo explora como tais deficiências acabam por atuar como engrenagens propulsoras da relação ‘quantidade de crianças X qualidade na formação’ . Preocupados, ainda, com a repercussão do trabalho infantil sobre o desenvolvimento humano, inclusive sobre a saúde e bem-estar das crianças, os autores apontam números e evidências de que o aumento na quantidade de membros de uma família relaciona-se, diretamente, ao envolvimento de meninos no trabalho forçado e das meninas nas tarefas domésticas. Consentido...

Leia mais
  • 1
  • 2